Entrevista com a psicóloga Silvana Freygang: ‘A cultura e a sociedade ocupam papel fundamental na constituição da personalidade’

image1

A Psicologia é a ciência que trabalha a mente e o comportamento humano. Os conhecimentos produzidos por ela nem sempre são fáceis de compreender, mas certamente trazem grande contribuição para a evolução e o bem-estar da sociedade.  A Anjos do Lar aproveitou o Dia do Psicólogo (27/8) para conversar com a profissional e parceira Silvana Freygang e saber como a Psicologia pode auxiliar nos problemas modernos, presentes no cotidiano de cada um de nós. Confira os principais trechos deste bate-papo e saiba o que há de novo nesta ciência, aprenda a diferença entre as abordagens e entenda quando as terapias alternativas se aplicam ou não.

Anjos do Lar: Os psicólogos estudam o desenvolvimento humano em qualquer idade. Como saber o momento exato de procurar um profissional desta área?

Silvana Freygang: O psicólogo geralmente é procurado por alguém que tem a necessidade de recuperar o autocontrole, como nos casos de pessoas que esteja acima do peso e necessitem resgatar o controle do comportamento alimentar; ou pessoas muito ansiosas que precisam aprender formas de controlar a ansiedade. Há quem tenha um medo exacerbado de falar em público ou uma esquiva recorrente de dirigir e queira ou precise mudar essa situação. Em alguns casos, há quem esteja deprimido, sem esperanças e precise eficientemente mudar o cenário à sua volta, passando a enxergar a vida de outra forma.

Anjos do Lar: Como uma pessoa pode avaliar se precisa de um psicólogo, um psiquiatra, um coach?

Silvana: O passo inicial é identificar as necessidades de quem precisa de ajuda e quais são as atribuições de cada um destes especialistas.

Psicólogo – O profissional desta área tem formação específica na área de Psicologia e está habilitado para lidar com problemas de ordem psicológica comportamental. Ele está habilitado para trabalhar com sessões de psicoterapia, orientação psicológica e psicodiagnóstico (testes), entre outras atividades.

Psiquiatra – É uma parte da Medicina que trabalha diretamente com os aspectos fisiológicos das manifestações psíquicas indesejáveis, tendo uma metodologia de tratamento essencialmente medicamentosa.

Coaching – A função do Coaching é ajudar as pessoas na mudança da sua maneira de pensar e agir, ajudando-as a caminhar na direção dos seus projetos de vida.

Anjos do Lar: Como o inconsciente atua em nossas vidas e qual é o papel do Ego nesse contexto? A falta de equilíbrio entre um e outro pode acarretar que problemas?

Silvana: Ego atua de acordo com o princípio da realidade, estabelecendo o equilíbrio entre as reivindicações do Id (inconsciente) e as exigências do superego com relação ao mundo externo. O Ego é o componente psicológico da personalidade, cujas funções básicas são a percepção, a memória, os sentimentos e os pensamentos. No desequilíbrio dessas instâncias surgem os mecanismos de defesa, resistências e os sintomas psíquicos.

Anjos do Lar: A Psicologia trabalha aspectos cognitivos, comportamentais e emocionais do ser humano. Dentro das várias abordagens desta ciência, pode-se dizer que há uma abordagem ideal para cada aspecto?

Silvana: Não existe uma abordagem certa ou errada. É muito comum ouvir essa pergunta. A verdade é que não é possível falar em certo ou errado quando falamos em ciência. A Psicologia como ciência deve utilizar o método científico para validar e reformular quando elas não são mais adequadas. A ciência está em constante transformação e, assim, o que é eficiente para um determinado problema psíquico talvez não seja para outro.

Anjos do Lar: Um mesmo profissional pode trabalha com várias linhas da Psicologia? Comente um pouco como funcionam as abordagens centradas na pessoa, como Gestalt, Psicanálise e Psicologia Transpessoal, por exemplo.

Silvana: A Teoria da Gestalt estuda a percepção e a sensação do movimento, os processos psicológicos envolvidos diante de um estímulo e como este é percebido pelo sujeito. A Psicologia Transpessoal estuda e evidencia o caráter relativo da vivência da realidade, em função dos diferentes estados de consciência, no qual tenta identificar a natureza essencial a partir da vivência do estado de consciência cósmica ou transpessoal. A Teoria Psicanalítica tem como princípio a compreensão de que nossos comportamentos e sentimentos são regidos por desejos inconscientes. Para analisar os conteúdos inconscientes, devemos acessar os instintos, anseios e impulsos que fornecem a energia para as ações.

Anjos do Lar: A Psicologia tem papel fundamental nos processos de ensino e aprendizagem. Como se dá essa atuação?

Silvana: Contribui quanto ao modo como as pessoas aprendem, o que aprendem e o que fazem com o que aprendem e suas condições necessárias para aprender. A Psicologia da aprendizagem estuda o aluno que foi visto em processo de desenvolvimento e está organizando sua personalidade. É uma pessoa que aprende, que se desenvolve, que se constrói. Estudam aspectos do ser e do fazer do homem.

Anjos do Lar: Pessoas com deficiência física ou mental costumam apresentar dificuldades de desempenho e adaptação. Como o psicólogo atua nestes casos?

Silvana: Percebo psicólogos inseridos na Educação Especial em diversos níveis ou atuações complementares. Primeiro, trabalhando diretamente com a pessoa portadora de deficiência, e/ou orientando sua família e professores, assim como os demais profissionais envolvidos, no sentido de ensinar as habilidades ou comportamentos adaptativos que faltam em seu repertório e que impedem o seu desenvolvimento e autonomia. Pois, como já ressaltado, e ao contrário do que geralmente se acredita, não é a deficiência cognitiva ou intelectual em si que é responsável pela estigmatização e baixa autoestima que pessoas com deficiência mental sofrem, mas, sim, a incapacidade de agir quotidianamente como seus companheiros da mesma faixa etária.

Anjos do Lar: Como se dá a atuação do psicólogo no auxílio a profissionais que têm dúvidas sobre carreira ou até dificuldade para crescer profissionalmente?

Silvana: Essa ajuda costuma cobrir de maneiras variadas as diferentes necessidade do paciente indeciso. Quem não tem ideia de que carreira seguir consegue descobrir melhor os interesses pessoais e, se autoconhecendo, saber que caminho trilhar. Já quem está em dúvida entre poucas opções pode encontrar apoio para entender melhor cada profissão. Os testes vocacionais são válidos, quando inserido em um trabalho maior de orientação profissional. O teste, a entrevista e um conhecimento amplo sobre as profissões são a base para um bom trabalho de orientação profissional.

Anjos do Lar: De que modo a Psicologia ajuda quem apresenta um problema pontual, como depressão, fobia, trauma, entre outros?

Silvana: Precisamos identificar e trabalhar as influências dos eventos e experiências de vida que podem ter contribuído para o desenvolvimento das fobias, traumas e depressões. Como o sofrimento ocorre em situações sociais, seu desenvolvimento sofre direta influência das experiências anteriores de relacionamentos interpessoais e dos eventos que podem ter abalado a segurança da pessoa nos ambientes sociais. Durante o tratamento podem emergir memórias de situações constrangedoras que a pessoa não lembrava mais. Para a maioria dos casos de Fobias, depressão e traumas o tratamento psicológico especializado é suficiente, enquanto alguns casos mais severos se beneficiam de um tratamento conjugado de atendimento psicológico e medicação.

Anjos do Lar: Como se dá sua atuação com os clientes da Anjos do Lar?

Silvana: Conhecido como atendimento psicológico domiciliar, é a assistência psicológica em domicílio não apenas à residência do paciente, mas também casas de repouso, hospitais, hospitais psiquiátricos entre outros. No caso da Psicologia, o atendimento é indicado para qualquer pessoa que necessite de cuidados domiciliares, tanto por razões que impeçam ou impossibilitam os atendimentos em consultório. As principais demandas ao atendimento psicológico domiciliar ocorrem em função das limitações físicas. São pacientes que têm dificuldade de locomoção, sendo eles na sua maioria idosos, os portadores de deficiência física, pessoas que sofreram acidentes e temporariamente têm dificuldade para se locomover, pessoas acamadas, pessoas mais fracas por conta de tratamento oncológico ou que sofreram de AVC, entre outros.

Anjos do Lar: O ser humano está em constante evolução e há muito tempo busca processos de autoconhecimento. O que mudou na Psicologia desde os tempos de Sigmund Freud, Carl Iung e outros?

Silvana: Não precisamos fazer uma análise sociológica apurada para entendermos que a cultura e a sociedade ocupam papel fundamental na constituição de nossa personalidade, influenciam nosso estilo de vida e alteram, muitas vezes, crenças e valores que antes pareciam imutáveis e ainda trazem alguns determinantes que afetam diretamente o processo de saúde e doença. Nos dias atuais, estamos nos deparando com um advento de doenças psicossomáticas, como a depressão, prejudicando a qualidade de vida e a qualidade das relações pessoais e interpessoais. A Psicologia é a Ciência Humana que adapta-se às novas formas de compreensão e entendimento do comportamento Humano. A Psicologia Atual rompe a fronteira da palavra verbal e se dispõe a ajudar e compreender todas as outras formas de expressões. Contudo, a Psicologia não se resume a estudar o paciente por si só, mas também o meio em que ele está situado e nos mais diversos ambientes, tais como escolar, hospitalar, organizacional, entre tantos outros. Com o indivíduo em evidência, que traz consigo um dilema, é necessário uma análise para que esse seja resolvido da melhor forma, pois não existem soluções prontas para diferentes situações. Além de contribuições para outras áreas da ciência e do saberes, a Psicologia vem buscando sobretudo contribuir para a formação de seres humanos mais completos, realizados, e promover a harmonia nas interações grupais.

Anjos do Lar: Que dicas você daria para quem busca uma melhor gestão da própria vida, ou seja, quem quer mais qualidade de vida e bem-estar?

Silvana: Autoconhecimento é importantíssimo para nosso desenvolvimento pessoal e pode ajudar muito a lidar com as emoções. Conversando com um psicólogo psicanalista você consegue verbalizar o que realmente pensa, mesmo desejos ou emoções reprimidas que você não revela a ninguém. E com a ajuda do profissional, inicia-se uma processo muito profundo de autoconhecimento, pois suas ideias e crenças ficam mais claras e suas angústias e problemas são interpretados, revelando quem você realmente é. Com uma saúde mental em dia, você consegue controlar todos esses estados de forma consciente e madura. Assim, você restabelece seu controle emocional e vive uma vida mais leve e feliz!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *