Saiba diferenciar o grau de queimadura, e o quê fazer quando acontece este tipo de acidente!

Com a chegada do inverno, nosso paladar pede algo quente para nos aquecer do frio. Aqueles que adoram saborear um cafezinho, um chá ou até mesmo um mate nesse inverno, vamos nos atentar aos líquidos quentes que são a causa da maior parte dos acidentes domésticos, principalmente com crianças, e que causam queimaduras de segundo e de terceiro grau. Saiba como acontecem a maioria desses acidentes, e o que fazer para preveni-los.

As queimaduras são lesões na pele, provocadas geralmente pelo calor ou pelo frio, mas que podem também ser provocadas pela eletricidade, por contato com certos produtos químicos, por radiações, ou até por fricção. Quando se faz uma avaliação das causas das queimaduras observa-se que, na maioria das vezes, a falta de cuidado é o principal elemento responsável.

O manuseio de produtos em altas temperaturas, como líquidos quentes ou objetos incandescentes, e a atividade de crianças em ambientes perigosos, como a cozinha, podem ser considerados como a principal causa desta terrível doença que é a queimadura.

A dor causada pela queimadura faz com que, na situação de emergência domiciliar, as pessoas utilizem pomadas caseiras (borra de café, etc.), ou a pasta de dente pelo frescor que desencadeia é freqüentemente usada. As substâncias anti-sépticas presentes nas pastas dentais são extremamente irritantes aos tecidos expostos na zona da lesão queimada.


CLASSIFICAÇÃO DAS QUEIMADURAS

As queimaduras são classificadas em três graus, conforme sua profundidade.

fases do grau

• Queimadura de Primeiro Grau – queimadura superficial, atingindo apenas a primeira camada da pele – epiderme. Caracteriza-se por ser uma queimadura não exsudativa (liquido inflamatório), dolorosa mas que regride em poucos dias. Como exemplo temos a queimadura solar.

queimadura1ograu

• Queimadura de Segundo Grau – queimadura mais profunda, causa bolhas (“FLICTENAS”) e é muito dolorosa, porque há a exposição das raízes nervosas que foram atingidas.

queimadura2ograu

• Queimadura de Terceiro Grau – queimadura esbranquiçada, tão profunda que atinge os músculos e ossos. Os tecidos ficam negros e sem vida (necrose), não há dor porque as terminações nervosas responsáveis pela sensibilidade à dor foram também queimadas. Nas bordas de uma queimadura de terceiro grau haverá queimaduras de primeiro e segundo grau.

queimadura3ograu


EXTENSÃO DA QUEIMADURA

Com relação a sua extensão, a área de superfície corporal queimada (SCQ) através da regra dos nove de Wallace.

Nesta regra, cada braço tem 9% da SCQ, a cabeça outros 9%, tórax 9%, Abdômen 9%, dorso 18%, coxas 9% e pernas 9%, totalizando 99%. O 1% restante é o períneo. Para plantas pequenas, usa-se uma comparação da área queimada com a palma da mão do queimado: equivale a 1% da SCQ.

• Queimaduras de segundo grau até 10% da superfície corporal geralmente podem ser tratadas ambulatorialmente, desde que não sejam em mãos, face ou articulações e não estejam complicadas com infecção.

As queimaduras maiores devem ser tratadas em Centros de Tratamentos de Queimados, com risco de morte aumentado conforme aumenta a área afetada. É uma importante causa de morte em crianças.


PRIMEIRO ATENDIMENTO

Nesses casos a primeira coisa a fazer é Interromper imediatamente o efeito do calor (utilize água fria, não use água gelada, ou utilize um lençol para apagar as chamas no corpo da vítima).

Em caso de acidentes com queimaduras promovidas por corrente elétrica, não toque na vítima até que se desligue a energia. Tome cuidado com os fios soltos e água no chão. Para vítimas de corrente elétrica, observe se há parada respiratória, em caso afirmativo proceda com a reanimação respiratória. Transporte imediatamente a vítima para o hospital.


PREVENÇÃO

A curiosidade natural da criança a faz explorar o meio ambiente. A casa, em especial a cozinha, deve ser planejada e utilizada de forma a não permitir à criança o acesso ao perigo. Fósforos, líquidos inflamáveis e cabos de panelas e frigideiras no fogão são itens especialmente propensos aos acidentes com calor. Uma medida simples e que pode salvar muitas crianças é a de voltar o cabo de panelas e frigideiras para o lado de dentro do fogão. Assim sendo, o cabo ficará fora do alcance da criança.


Em todas as situações deste tipo de lesão o médico deve ser consultado imediatamente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *