Artrite reumatoide

É uma doença inflamatória crônica e autoimune, atinge principalmente as pequenas articulações das mãos e dos pés.

As doenças autoimunes acontecem quando o nosso próprio corpo nos ataca, o sistema imunológico perde a capacidade de diferenciar o que é nosso do que não é e dessa maneira ele nos ataca.

É também uma doença sistêmica, ou seja, se prolifera a outros órgãos se não tratada inicialmente.

Sintomas:

O principal sintoma da artrite reumatoide é a artrite, porem, devemos saber diferenciar a artralgia da artrite.

A artralgia é a dor nas articulações enquanto a artrite é a inflamação delas. Os principais sintomas de inflamação são: aquecimento, vermelhidão, inchaço e perda de função.

A característica mais marcante da artrite reumatoide é o inchaço localizado na articulação.

 

O que ela pode causar em outros órgãos?

 

Pode atingir os olhos causando episclerite, esclerite, que causam dificuldades visuais e até cegueira.

Pode atingir também o pulmão causando pneumonias intersticiais.

E por fim atingir o coração endurecendo as artérias, o que aumenta a probabilidade de um infarto ou derrame; O que preocupa mais é o risco cardiovascular aumentado pelo processo inflamatório.

O que desencadeia a doença?

Além de a pessoa nascer com essa predisposição genética, é necessário o desencadeamento da doença. O gatilho pode ser uma infecção viral, bacteriana, uma alteração na microbiota intestinal, síndrome metabólica, pressão alta, diabetes, mas o principal deles é o tabagismo.

 

A doença atinge principalmente as mulheres dos 30 aos 50 anos de idade, numa proporção de 3 mulheres para cada 1 homem. Não se sabe ao certo o porquê, arrisca-se dizer que são pelas alterações hormonais frequentes.

Diagnostico:

O diagnóstico da artrite reumatoide é feito principalmente através de exames laboratoriais e os exames de imagem.

É expressamente necessário o diagnostico precoce e o tratamento, pois suas deformidades são irreversíveis.

Tratamentos:

O tratamento consiste no uso de imunossupressores

Embora não exista cura para a artrite reumatoide, fisioterapia e medicamentos podem ajudar a retardar a progressão da doença. A maioria dos casos pode ser tratada com uma classe de medicamentos chamados “drogas antirreumáticas modificadoras de doença”

Ouça a entrevista completa da nossa médica reumatologista Kathleen Daniotti.